Como tratar do Tártaro ou Cálculo Dentário

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Como tratar do Tártaro ou Cálculo Dentário

por | 4 jul 2016 | Notícias

O cálculo também chamado de tártaro ou placa dentária calcificada/petrificada é o resultado da mineralização da placa bacteriana ou biofilme maduro.

Causas de sua Formação

A Supersaturação dos fluidos orais com fosfato de cálcio é uma razão (mais especificamente a força motriz termodinâmica) para a maturação e remineralização de esmalte e lesões dentinárias. Entretanto, pelo mesmo mecanismo, isto pode causar a calcificação da placa dentária, resultando na formação de cálculo.

Após aproximadamente 21 dias, caso o biofilme bacteriano não seja removido, há o estabelecimento de uma comunidade estável de bactérias. O cálculo então forma-se a partir da mineralização da placa, com a participação da saliva que contém íons de cálcio, e do dente, de onde a placa retira cálcio e fosfato pela queda do pH.

Locais de Ocorrência

Existem dois locais de ocorrência de tártaro que possuem etiologias diferentes e relações distintas com a inflamação periodontal.

  • Supragengival
    – Formado em locais onde a dentição está próxima aos ductos das glândulas salivares e onde pouca cárie é observada. Isto aponta para os fatores etiológicos do pH e as altas concentrações de cálcio e fosfato na determinação da formação de cálculo. Os íons minerais não apenas são fornecidos pela saliva, mas também se originam do fluido crevicular. Da mesma forma, o exsudato do tecido periodontal inflamado pode conter substâncias alcalinas que poderiam aumentar a precipitação dos sais minerais.
  • Subgengival –
    Pode se formar ao redor de qualquer dente. Sua posição não está relacionada aos ductos das glândulas salivares.

É clinicamente visível coronal à margem gengival. A presença e a quantidade do cálculo supragengival é o resultado do nível de depósitos bacterianos nos dentes, mas também são influenciados pela secreção da glândula salivar. Como resultado, a maior quantidade da placa supragengival é normalmente encontrada nas superfícies vestibulares dos molares maxilares adjacentes ao ducto da glândula parótida nas superfícies linguais dos dentes mandibulares anteriores, que estão espostos ao ducto das glândulas submandibulares.

Composição
Componente Inorgânicos (70 a 90%)

  • Fosfato de cálcio (Ca3[PO4]2);
  • Fosfato de Magnésio;
  • Carbonato de Cálcio;
  • Hidroxiapatita impura (Ca10[PO4]6. OH2);
  • Bruxita ou Bruchite (Ca[HPO4].2H2O);
  • Octacálcio (Ca8[HPO4]4)

Componentes Orgânicos

  • Proteínas;
  • Complexos de polissacarídeos derivados da placa dental;
  • Células epiteliais descamadas;
  • Glóbulos brancos.

Relação com às Doenças Periodontais

O cálculo dental está associado às doenças periodontais, fato considerado tanto por autores antigos, quanto pelos modernos. Apesar do cálculo não ter um efeito traumático direto sobre os tecidos periodontais, como se acreditava anteriormente, ele funciona como um fator que propicia o acúmulo de placa bacteriana (fator primário no desenvolvimento das doenças periodontais).

Tratamento e Prevenção

Somente através do controle mecânico com uma técnica de escovação correta, especialmente se feita com a ajuda de um creme dental e o uso do fio dental podem reduzir a formação da placa bacteriana e do tártaro. Depois de formado, só o dentista pode retirar o tártaro dos dentes. O processo de retirada do tártaro, feito com instrumentos especiais e é conhecido como “raspagem”.

Doutor Rodrigo Marmo
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Compartilhe com seus amigos